INTEMPORAL (Dia dos Namorados)


Chorei
Porque o tempo me impelia,
Porque a saudade e a falta
Eram demais quando as sentia.

Chorei
Porque descobri ser tarde
Muito tarde para te amar
E ser feliz!

Chorei
Pelo tempo e pelos sentidos
Pelas palavras e gestos
Em mim contidos.

Chorei
Porque a vida teima em ser cruel
Porque a solidão me invade,
A vitória foge e teimo em ser feliz !

Chorei, mas não choro mais(apenas).
Eu luto também !!!



Intemporal
By Batista Ferreira, in Brasil (1990-1997)

Comentários

Adryka disse…
Um poema bastante triste mas muito real eu também luto muito muito, rmbora por vezes, saiba que a minha luta é inglória. Beijos amigo e conterraneo
Anónimo disse…
Não chores mais!

Não chores mais!
Deixa que as lágrimas cessem
e vai à luta desenfreada.
Não percas nunca a ousadia de seres tu!

Não deixes que a solidão,
a distância te invada
A ausência te destrua e te faça a vida amarga.

Sê tu! Somente tu!
Alguém que luta e acredita
que pode ter o Mundo em suas mãos.

Não chores mais!
A saudade que te devora,
despe-a com elegância,
afaga-a com as palavras
e guia-a com o sorriso
que brota do teu olhar!

Aconchega em teu leito o paraíso
e ressuscita para Amar...!

O sorriso que desabrochou dessas lágrimas
jamais deixará de brilhar
O Amor que buscas,
ele vai ao teu encontro!...

Acredita que nunca é tarde...

Nunca é tarde para esquecer
Nunca é tarde para sofrer
Nunca é tarde para perdoar!
Mas, é sempre tempo para
Dar! Sorrir! e Amar!!!
Anónimo disse…
A saudade faz doer!!!

Choras-te porque o tempo te impelia...!
Mas, se o tempo não existe,
Como podes deixar impelir-te por ele?
Como consentes que te atormente e te faça chorar?!

A saudade! Ai a saudade!!!
Essa desliza entre as cordas
De uma guitarra
Entoa hinos de emoções
Acalenta corações desajeitados de ternura
Um tanto destroçados de amargura


O sentimento!
Esse tic-tac que bate no peito
Quando falta a liberdade
E floresce a nostalgia!
Quando lágrimas de saudade
Lavam a alma de um povo
Triste, acalentado de euforia.

Mas, não esmoreças!
Não te deixes vencer
Vai à luta!
Nunca é tarde para nada
Muito menos para Amar e ser feliz!



Acredita no amanhã
No sol que vai chegar,
Ofuscando o teu sorriso
Secando essas lágrimas que deslizam clandestinas
Pelo rosto contorcido de um olhar

Lágrima que vagueia peregrino
Em busca de um coração
Brilhante e cristalino
Que a saiba acarinhar

Cris
Adryka disse…
Olá amigo, obrigado pelo comentário ao meu post...Não podemos tomar as dores dos professores, eu não acredito que as nossas crianças sejam menos inteligentes que as crianças dos outros países...Quam os ensina? por eles são os responsáveis . Direitos certo que exijam todos os direitos, mas primeiro que façam o que lhes +e solicitado, formar homens e mulheres capazes de se preparar para a vida. Conserteza que com os filhos deles o procedimento é bem diferente!.
Beijo amigo

Mensagens populares deste blogue

O tempo e os tempos