O tempo e os tempos

Foi aqui, no tempo
Enquanto sorvia o teu silêncio, que
Reclinando a cadeira, somei
Todos os tempos, que vividos
Através da pausa dos sentidos, fizeram
Eclodir essa espantosa energia, que
Nos impulsiona e faz vibrar

Algures,
Insidiosamente
Trepida
Alegremente.

K. Alberto

Mensagens populares deste blogue

Ondas sonoras a metro na cidade