Como é aquele teu sorriso ( ? )

Ne rien... Posted by Picasa


Como é aquele teu sorriso?


Faz-me lembrar, e suavemente deixa-me invadir aquele espaço tão nosso, conquistado de forma árdua e (ainda) solenemente prometido. Como fomos permitir que o tempo, as “cousas” e as pessoas nos tenham feito adiar. (…)

Cobre-me novamente de promessas (que nunca se hão-de concretizar), mas que permitirão criar a necessária envolvência química e mental para que os corpos deixem de ser divisíveis e se unam num só canto, rasgando como seda a pungente vontade de sermos enfim…um!

E sê-lo assim :

Como se amanhã existisse para que se cumpra uma das promessas que trocámos no silêncio cruzado de todos os olhares que não lançámos e ardilosamente fomos cultivando em nossas matinais e temáticas manhãs, quando esse teu olhar era emoldurado por um síncero e profuso sorriso.

Como é aquele teu sorriso? Faz-me lembrar…

Comentários

Adryka disse…
Olá meu querido amigo e conterraneo, mas que faz tempo não te vinha visitar :) ex que aqui chegada encontro um post super sensual e para o atirado ao amor, bonito de ler.
Beijinhos amigo
João disse…
Caro Carlos,

É bom ver, que depois de uma longa ausência, regressas, e como sempre com a clareza e beleza das palavras que te são tão caracteristicas. É bom ter-te por cá. Um abraço.
Cakau disse…
É curioso como muitas vezes sentimos necessidade de recordar coisas que outrora nos marcaram de uma forma especial. Voltar a vivê-las, voltar a senti-las...
O tempo passa e altera tudo.

O sorriso que procuras deve ser belo. Continua a insistir. Ele mostrar-se-á.

Um beijinho grande, querido Carlos.*
Adryka disse…
Olá meu querido amigo Carlos, fico orgulhosa e toda babada por ver um Bracarense escrever coisas tão belas tão cheias de sentimento e com tanta qualidade na escrita.
Um beijinho meu amigo e visinho
Neith disse…
Lembranças que guardamos nos labirintos da memória...belo este teu texto :) Beijinhos
Pecola disse…
Recordações.. Uma ponte para o futuro, ou um escape? :) Beijinhos!!!
Estrela do mar disse…
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Estrela do mar disse…
...Karlos...tenho andado com pouco tempo livre, pois nos dias 10 e 11 vou ter uma exposição de pintura com a escola onde estou a aprender...mas aos poucos tudo há-de voltar ao normal e virei cá com mais calma;)...


Beijinhos e tem um bfs
MONALISA disse…
O meu é o sorriso de Monalisa ( Lol ). Bom fim de semana, Carlos Alberto.
Nilson Barcelli disse…
Bonita prosa, imensamente poética sobre uma das coisas importantes na vida, o sorriso.
Abraço.
**C@tuli-> disse…
Adorei esse texto! Parabéns pelo blog!
Micas disse…
Um sorriso, sincero, a melhor prenda que se pode receber ou dar... gostei imenso. Beijinho e bom fim de semana
Olá Carlos,

Adorei, simplesmente lindo, não tenho muitas nem bonitas palavras para dizer, apenas que me também me identifiquei nessa tua procura.
Só espero que encontres esse todo que precisas, esse é o meu desejo, tal como se fosse para mim.
Felicidades e um xi - coração amigo.
MONALISA disse…
Só para deixar um beijo.
Micas disse…
dVenho desejar a ti e aos teus um Natal cheio de amor e muita paz e, que o Ano 2006 te traga tudo aquilo que mais desejares.
Beijos
Cakau disse…
Querido Carlos,

Deixo mais m sorriso e aproveito para te desejar um Feliz e Santo Natal :) *
Adryka disse…
Um grande beijinho e votos de boas festas
Marian disse…
Um abraço amigo e um 2006 cheio de Boas Descobertas!
MONALISA disse…
Os minhotos são especias, calorosos, simpáticos, genuínos ( presunçãoe água benta... ). Bom 2006 para ti e para os teus.
Estrela do mar disse…
...Karlos...vim aqui num instantinho desejar-te um óptimo 2006...


Jinhossssss
Estrela do mar disse…
...Karlos...vim aqui num instantinho desejar-te um óptimo 2006...


Jinhossssss
Lilian disse…
Olá!

Sou escritora e nesta minha visita ao seu blog noto que você é uma pessoa romântica e gosta de literatura. Quero lhe fazer um convite, para que conheça o meu site de poesias.
www.umamulherumpoema.recantodasletras.com.br
Um grande abraço e sucesso.

Mensagens populares deste blogue

O tempo e os tempos