Saudades

"Pipinha" Rose por K@ Posted by Hello


Nestas viagens que fazemos na internet, cruzamos com pessoas e com sensibilidades diferentes. Sinto falta das palavras de uma pessoa (mulher) com quem me cruzei nesta viagem, apesar de com alguma regularidade ter notícias dela.
Foram as palavras dela inspiração para iniciar este pequeno e simples espaço, e ao lembrá-la decidi reeditar um texto que foi postado no espaço dela em Janeiro deste ano.

Para ti com um abraço amigo ! E força para os exames finais . (Os sonhos não morrem jamais)


Escrevi com ternura, num velho papel de embrulho o teu nome e a nossa última página de um diário comum .

Com a mesma ternura e devoção com que o escrevi, dobrei e guardei-o cuidadosamente , selando-o com algumas sentidas lágrimas .

Passaram demorados 18 anos, até que os olhos o viram e as mãos tocaram outra vez, foi um instante mágico, daqueles em que tudo faz sentido :

Confirmei com um sorriso, o que naquela altura me era difícil compreender .

" Adormecíamos ao som de imagens do tempo, da saudade e esperança , quebrávamos incertezas e dúvidas no labirinto da paixão , mas temos um longo caminho de descobertas e amor por percorrer...individualmente "

Comentários

Nilson Barcelli disse…
Bonita essa tua recordação.

PS: tenho um apelo de solidariedade no meu blogue. Se puderes conto contigo.

Abraço
Cakau disse…
Foi em finais de 2004 que comecei a visitar blogs e que criei o Lipstick. E foi nessa altura que conheci o blog da Filipa. Visitava-a em silêncio e, um dia, resolvi comentá-la. Ela estava a ouvir Frank Sinatra e estava um pouco melancólica. Foi o meu primeiro comentário de muitos outros que vieram a seguir.

Dotada de uma sensibilidade extraordinária, imagino-a exactamente como ela é. Tenho saudades dela. E saudades daquele espaço que foi mais do que um ponto de refúgio.

Se ela apssar por aqui, um grande beijo cheio de saudades e amizade.
E a ti, Karlos, um grande beijo e um obrigada por me teres feito recordar com carinho aquela menina de olhar doce e coração enorme.

:) Boa semana, meu Amigo *
NeVaEh disse…
Olá Carlos :)

Vejo que ainda consegues dar luz á tua escrita; ainda bem.
Não tenho estado muito atenta á blogosfera, mas agora voltei e para não variar, voltei chata como sempre e deixei-te um desafio, leia-se perda de tempo no meu blog :D *** Fica bem vizinho :D
Micas disse…
É bonita a tua recordação. Mostra o quão sensível és. Sobre a Filipa só posso dizer que é uma pessoa encantadora e dotada de grande sensibilidade, conheço-a pessoalmente o que me pertime afirmar o que escrevo. Um beijinho para os dois.
Vênus disse…
Olá
Incrível, admirável gesto de deixares de falar só do teu EU e nos mostrares o outro..Belíssima música..O piano..o violino!
Bjs*.*
BlueShell disse…
Não conhecia. Obrigada. Palavras com um sentir muito profundo. Amei.
Um montão de beijos, BShell
Pecola disse…
:) Muito bonito! Vê.se que és uma pessoa que dás valor às outras, o que já não acontece muito hoje em dia..

Frequentemente tenho saudades das pessoas que fui conhecendo. Mais engraçado, frequentemente tenho saudades das pessoas que gostaria de ter conhecido.
Adryka disse…
Olá amigo, a verdade, é que por impossivel que possa parecer há pessoas , que pela forma que escrevem nos insentivam deixam mesmo uma marca na nossa vida, quando deixamos de as contactar fica um vasio incrivel, eu já passei por isso. Um abraço
curiosa paixao disse…
Que bom recordar algo que em tempos se prendeu ao nosso coração!
Um abraço
Anónimo disse…
Olá Carlos ! Queria te agradecer pela visitinha e espero que volte sempre ... Eu voltarei aqui sempre, pode acreditar, pois adorei seu blog ... Realmente existem pessoas que deixam marcas na nossa vida ... Pessoas que mesmo ausentes, continuam eternamente presentes ...Linda quinta-feira pra vc ... Beijos carinhosos !!!
Fatinha disse…
Desculpa, saiu como anônimo ...
Filipa disse…
Carlos... obrigada! Muitas vezes sinto saudades de escrever, de partilhar e de ler quem gosto, sinto saudades de tudo mas frequentes sao as vezes que escrevo e depois apago. Obrigada por seres. :)

Mensagens populares deste blogue

O tempo e os tempos

Ondas sonoras a metro na cidade