O branco e o encarnado

Um sorriso e um olhar...por K@ Posted by Hello


O branco que eu conhecia tomou tons avermelhados e em tom indulgente exclamou :

- Ainda não sou escuro, e tu acreditas em mim ?

(...)

Enigmático ? Eu ?

E eles ?

(...)

Comentários

Vênus disse…
Agora mesmo
és um cisne.
Há pássaros infinitos à revelia e
cultivas laranjas em varandas de fogo...Secretos vasos!
Bjs *.*
Pecola disse…
Ai.. Fiquei curiosa com o que se esconde por detrás das palavras!! :)
Cakau disse…
Não consegui ler nas entrelinhas, facto esse que lamento.

Apenas acho que o branco e o encarnado se coadunam muito bem. Um é pureza, outro paixão.

Tens um jeito peculiar de transmitir mensagens. As palavras são misteriosas, tal como tu.
Beijos *
BlueShell disse…
Eu entendo...ainda brilha...ainda tem luz...e ilumina...e tudo é belo à sua passagem...

Jinhos, BShell
Micas disse…
Enigmático?? a música, a escolha perfeita. Bom fim de semana
Marian disse…
Amo esse som de fundo, acolhedor, quanto a mim, quando aqui chego...
No mais, gostei muito das palavras e suas ilustrações...
Se tiveres tempo, dá um pulo lá no meu mar: tem um teste passado -também- a ti
;***
curiosa paixao disse…
Tal como tudo também o enigmático branco se transforma.Do sul para o norte desejos de um bom fim de semana...
Estrela do mar disse…
...sabes uma coisa?...até pensei que ias falar do meu clube...rs...mas realmente...não consegui entender a memsagem...e já a li de frente para trás...de trás para a frente...já baralhei as letras todas...mas nada...fiquei na espectativa´deste enigma...

Tem uma boa semana.
Um beijinho*.
Adryka disse…
Pois e acreditas? nao! ora tens de acreditar pois é verdade. Beijos
MONALISA disse…
Enigmático mesmo...Beijo
Karlos Alberto disse…
Curiosas as palavras não ?

O branco que terá sempre uma conotação de candura,pureza...e o encarnado de paixão ou revolução !

Bom eu no dia 25 de Maio pretendia marcar de forma suave, o dia em que muitos Portugueses que ainda olhavam de forma ingénua e "crente" para outros "Portugueses" vissem também o branco tomar outra cor e eu secretamente desejando que "a outra cor" fosse o encarnado de paixão e "revolução" .

E questiono-me "ingenuamente" : Serei eu o enigmático . Afinal para "eles" não existem as cores puras (cruas), apenas cores de conveniência...

Espero ter permanecido "ingenuamente" enigmático...
Vera Cymbron disse…
Obrigada pela visita...serás sempre benvindo a este meu canto micaelense. É bom saber que ele transmite a atmosfera que me rodeia.
Jinhos...e que enigmático este teu post.

Mensagens populares deste blogue

O tempo e os tempos

Ondas sonoras a metro na cidade