A poesia...consequências

Posted by Hello


Pequenos grandes detalhes…representam/traduzem mudanças profundas.

O facto simples de alguém que usa/usou a escrita como forma de expressão e subitamente o deixa de fazer, aparentemente (para alguns) pouca importância têm.

Porém para quem um dia experimentou uma análise à sua vida, constatou que no trajecto percorrido, tudo o que somos no presente é resultado de conhecimento adquirido pela experiência ou estudo, obtidos em plena interacção com o meio e as pessoas, e o que somos no presente não representa o que éramos no passado recente ou distante e tão-somente o que somos HOJE.

Voltando aos detalhes e ao primeiro já referido no “post” anterior:
- A Poesia como factor de mudança, ou melhor a ausência de poesia.

Hoje percebo melhor a mudança que a ausência da poesia (escrita) provocou:
Frieza, insensibilidade, dureza verbal e emocional, menos tolerância e alegria não emotiva.
Consequência? Desapareceu a magia que emoldura a paixão e a alegria que contagiam e atraem “as multidões” ao mesmo tempo que nos “rouba” a juventude.

Hoje percebo melhor que é cedo para MUDAR, bastou e bastará sempre parar um pouco e redescobrir quem somos de verdade e decidir se queremos de facto sê-lo!

Comentários

Cakau disse…
A poesia, para mim, traduz-se de diversas formas. É raro pegar num livro de poesia, mas quando o faço lei-o com a avidez de uma alma errante, à procura sei-lá-eu-de-quê, mas que me faz encontrar algo dentro de mim que eu julgava ter esquecido ou perdido a meio do meu percurso. Essa é a principal magia da poesia: levar-nos a um estado de reflexão, com todos os sentidos apurados.
Por vezes, acredito mesmo que me reencontro completamente nas palavras de alguém. E acabo por mudar (ou sentir uma leve mudança) de algo que achava já não ter em mim.

As mudanças nem sempre são positivas. E como tal, concordo quando dizes que basta "parar um pouco e redescobrir quem somos de verdade e decidir se queremos de facto sê-lo". Todos temos essa capacidade; mas é sempre mais fácil não pensar muito...

Beijinhos :) ****
NeVaEh disse…
Passamos por variadas fases, e dessas mesmas surgem alteraçoes... Uns não conseguem se exprimir como outrora...

Há que aceitar as mudanças e tirar proveito delas, sempre que possivel ;)

ah... e gosto muito da musica :D
Pecola disse…
Sem dúvida. A poesia - sob qualquer forma - é o que nos impulsiona. É o sorriso, é a lágrima, é a emoção a extravazar em cada nanosegundo e em cada molécula.. É saber retirar lições mesmo quando julgamos não haver nada a aprender. É saber "ser mais homens".. e voar.. :)
anna disse…
precisamos sim da poesia, da beleza das flores, do voo dos passaros...do brilho do sol na neve.A vida sem eles ficaria cinza...
um otimo fim de semana pra vc.
anna
Anónimo disse…
Sem palavras!!!
Preciso respirar para poder voltar aqui!!! Segui seu endereço pelo blog do Nilson e assumo que estou encantada com o que li! Abraços!

Eliane Alcântara.
www.elianealcantara.blogger.com.br
MONALISA disse…
A poesia será uma forma de nos interpretarmos a nós próprios. Ás vezes basta que eixsta no nosso olhar. Outras urge que se passe para o papel ( ou para o ecrã ). Beijo
Juiz Árbitro disse…
Vai começar o 1º concurso de blogs portugueses.
Convido este blog e todos q por cá passam a irem lá e inscreverem-se.
BFS.
Estrela do mar disse…
...eu se queres que te diga...ainda estou a descobrir a poesia...embora até agora nunca tenha lido nenhum livro dessa área...mas para mim...poesia...é uma arte de expressar sentimentos...que ao contrário da música...em vez de ser por meio de sons...é por meio de palavras sentidas...ou não...

Gostei da tua visita.
Espero voltar aqui mais vezes.

Tem um bom fim de semana.
Um beijinho*.
Maria Odila disse…
Não consigo conceber um mundo despoético. Apesar de saber que nessa vida tudo tem seu rpazo de validade, sem poesia acho difícil continuar
bom te ler
beijos
Maria Odila
http://digressivamaria.blogspot.com/
Filipa disse…
Carlos Alberto, no outro dia não tive a serenidade e paciência necessárias para admirar as tuas palavras. Hoje, leio-as emolduradas com a música e tenho vontade de te abraçar e dizer que tive saudades destes dias que não te li e que não te acompanhei. Beijo e bom fim de semana.

Mensagens populares deste blogue

O tempo e os tempos