terça-feira, outubro 19, 2004

MULHER

Mulher, tu
Que amas, sem fronteiras
a todos os que carecem
de Amor e Fraternidade;
Tu que te divides entre
a saudade e a despedida
num banho de sol e vida
entre as vontades que
a tua alma ergue , e
entre os desejos que o
teu instinto persegue;
Tu que vives a angústia
do tempo em cada
momento de ilusão e que
pesadamente te
rendes à incondicional
sofridão do mundo, a
Eu rendo minha homenagem,
a tí soletro
as letras que compõem
a mais bela palavra do alfabeto :
- Mulher !

Batista Ferreira
Belo Horizonte 1993/03/08

1 comentário:

MONALISA disse...

Desejo felicidades para o teu blog e venho agradecer a visita que fizeste ao Sítio da Saudade. Beijinhos.

O tempo e os tempos

Foi aqui, no tempo Enquanto sorvia o teu silêncio, que Reclinando a cadeira, somei Todos os tempos, que vividos Através da pausa dos sen...