HOMEM

Homens,
Quem os não teve ?
Quem os não têm ?
Que é feito de suas montadas ?
Que é feito de suas montarias ?

Homem,
tempero de vida,
sal de uma aventura,
um homem e uma despedida
uma ilusão e outra amargura !

Homem,
fetiche à noite na abordagem
sombra de candura e temor,
e durante sua nupcial viagem
um terremoto de carinho e amor !

Homem,
soberbo animal de maus usos
que quando a manhã chega
descontente, abusos comete
e em todos se descarrega !

Homem,
ferida em coração sentida
pelo pesar do tempo passado
que em silêncio se vê perdida
sem vontade de olhar pró lado!

Homem,
sofrimento de uma vida,
de um dia e de uma mulher
caixa de papelão sem saída
retrato de animal sem saber !

Homem,
cintura grossa e feia,
figura desajeitada e rude,
que a todas faz teia e
enquanto dormem as ilude !

Homem,carrasco incansável
e soberano governador
que não descanças teu imutável
geito desconfiado de galanteador !

Homem,
que tanto te preservas
e em tudo indefines,
enquanto a nós desprezas,
quando à vida te redimes !

Homem,
não te desprezo
não te condeno e
nem te despeço,
apenas te aceno
com a simpatia cordial,de uma ...Mulher !!!

Vanessa D'Aurevelly
Belo Horizonte 1994

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O tempo e os tempos

Ondas sonoras a metro na cidade